O mercado de guarda externa segue em processo de acomodação. Após o incêndio da Interfile, a concordata da Metrofile, em meados de abril foi divulgada a compra da Store pela Iron Mountain. A concentração do segmento preocupa os clientes que podem ficar reféns de poucas empresas.

Qualquer empresa, independente do tamanho, irá precisar armazenar seus documentos societários, contábeis, fiscais etc., em um arquivo terceirizado dado o reduzido espaço físico de seus escritórios.

Esta concentração pode significar, num futuro próximo, uma alta nos preços de guarda. Com a concorrência dos últimos anos o custo de armazenar uma caixa atingiu níveis pouco rentáveis.  Em recente licitação o custo mensal para guarda de uma caixa ficou em R$ 0,07 a unidade.

Uma estratégia que os clientes podem adotar é a concentração dos serviços. Ou seja, se antes os departamentos tinham autonomia para selecionar a empresa de guarda externa, os contratos agora devem ser corporativos aumentando o poder de barganha dos clientes.

É pagar para ver. Literalmente.