Desde 30 de setembro o Contran (Conselho Nacional de Trânsito) iniciou o piloto da Carteira Nacional de Habilitação Eletrônica (CNH-e) no estado de Goiás.  Neste piloto, os motoristas podem optar pela versão eletrônica, no caso de novas emissões ou carteiras emitidas recentemente que já apresentam QRCode.

Dado a alta penetração de smartphone no Brasil, a CNH-e oferece uma maior praticidade e comodidade para os usuários. Porém as dúvidas que ficam são:

  • Será possível imprimir a CNH-e utilizando como comprovante de cadastro?
  • Os aeroportos irão aceitar a CNH-e no embarque?
  • Como ficam as locações de automóvel no exterior? As locadoras e a polícia serão informadas desta nova carteira?